.

Para ver urgente

12-03-2014 

Blog-062

 

Apesar de ter a-ma-do "Blue Jasmine" com Cate Blanchett, o Oscar 2014 é dos homens. Não é à toa que os cinéfilos cariocas vêm enfrentando 40ºC de tenperatura e longas filas para assistir a "Clube de Compras Dallas", com o vencedor do prêmio de melhor ator Matthew McConaughey. Tentei por 2 vezes assistir ao filme; na segunda, consegui, era o último ingresso na fileira em que gosto de me sentar. Na fila para comprar ingresso, havia uma senhora que já estava em sua terceira tentativa. Tanto esforço vale super a pena. Matthew McConaughey tem a atuação mais contundente desta temporada. Os 20 quilos que o ator perdeu para viver o eletricista Ron Woodroof acabaram de vez com a fama de "bonito e engraçadinho". Matthew provou ser um magnífico ator, assim como Jared Leto, que venceu o prêmio de melhor ator coadjuvante, no papel de um travesti, este também abandonando de vez o esteótipo de "apenas um ator bonito". Interessante ver como a AIDS era devastadora nos anos 80. Os personagens de Matthew e Jared têm AIDS e constroem uma relação incomum, entre um tipo super machista e um travesti. Outro aspecto que chama a atenção é a garra do personagem de Matthew em descobrir um tratamento para a doença, contestando médicos, fugindo de hospitais. Na época, o AZT estava sendo testado. Mas, o personagem não nota melhoras com o medicamento, e, assim, decide ir a outros países chegando a contrabandear e revender medicamentos para portadores do vírus do AIDS, como ele, criando o "Clube de Compras Dallas". Estar na moda é, acima de tudo, estar bem informado. O personagem de Matthew, com a informação, e desacreditado pelos médicos que lhe deram apenas 30 dias de vida, ainda conseguiu viver por mais 7 anos, com os medicamentos que acreditava controlarem a doença.

 

 

 

 

.

Sobre Flávia

flávia-new siteFlávia Vasconcellos já viu reis e rainhas, é jornalista, editora-chefe e colunista do site Falando de Moda.
Saiba mais...

Parceiros

banneratalhocultura120