.

O amor virtual nunca esteve tão na moda

11-03-2014

 Blog-061

 

Você já falou com seus bichos de pelúcia, ou ainda, com seu computador, seu celular, seu carro, ou algum outro objeto? No filme "Ela", Joaquin Phoenix, esquecido pela Academia neste Oscar 2014 (o ator não foi candidato a melhor ator), interpreta Theodore. O personagem tem como ocupação profissional escrever cartas para quem não domina a arte de expressar seus sentimentos. Falando em sentimentos, Thedore, separado da mulher, tem dificuldade de relacionamento e se apaixona por um sistema de computador. Até aí, tudo bem, quando falamos em apaixonar-se é se relacionar com a tal mulher da voz do computador como um relacionamento da vida real. Exemplo: Thedore faz sexo com a voz, pergunta-lhe sua opinião sobre tudo, planeja férias com Samantha (a voz dublada por Scarlett Johansson), até dar-se conta, dolorosamente, que "Samantha" não era fiel. Como assim, Vasco? Um dia, o computador falha e Theodore fica desesperado.Quando o sistema volta ao normal, Samantha informa que estava sendo "atualizada". Thedore, já desgastado, questiona a moça, quer dizer, a voz, com quantas pessoas ela falaria ao mesmo tempo. O personagem fica chocado e decepcionado quando Samantha responde: 641. Mas, frisa que o amor que dispensava a Theodore durante o relacionamento dos dois era "real". Um filme nem tão badalado quanto "12 anos de escravidão", "Blue Jasmine" e "Clube de Compras Dallas", no entanto, um dos melhores deste mês de março, que nos chama a atenção para o fato de como estamos solitários e carentes nesta época de tantos amigos nas redes sociais.

 

 

 

 

.

Sobre Flávia

flávia-new siteFlávia Vasconcellos já viu reis e rainhas, é jornalista, editora-chefe e colunista do site Falando de Moda.
Saiba mais...

Parceiros

banneratalhocultura120