.

O carioca e o comportamento no cinema

22-5-2012

Blog-044

Finalmente, fui assistir a "Sete dias com Marilyn". Embora não seja fã de Michelle Williams, sua interpretação de Marilyn Monroe está primorosa. Todavia, o que mais me impressiona a cada vez que vou ao cinema é o comportamento do carioca. Fui ver o filme em um cinema perto de casa, onde simplesmente mora uma gata de nome Catarina. O bichano já me apareceu algumas vezes e, quando isso ocorre, não percebo a mínima preocupação dos funcionários em retirar o gato dali. Certa feita, cheguei a ouvir: Ela mora aqui há 11 anos. Quase respondi: E eu moro no bairro há 12, portanto cheguei primeiro. Hoje, Catarina não deu o ar da graça, em compensação avistei uma senhora instalada no assento que havia escolhido. Mostrando meu ingresso, solicitei que a espectadora me cedesse o lugar. A senhora passou, então, à cadeira do lado. Não entendi ao certo se foi uma forma de protesto, na verdade, não me pareceu, mas a questão é que minha "colega" repetia determinadas falas do filme ao pé do meu ouvido. O comportamento do carioca no cinema é, ou não é, peculiar?

 

 

 

 

.

Sobre Flávia

flávia-new siteFlávia Vasconcellos já viu reis e rainhas, é jornalista, editora-chefe e colunista do site Falando de Moda.
Saiba mais...

Parceiros

banneratalhocultura120