.

Edição 425

Ah, finalmente ela chegou! Quem, Vasco? A temporada de liquidações. Gostas de uma liquidação, hein, Vascota? Atire a primeira pedra quem não gosta. Quanto a mim, confesso a Deus Todo-Poderoso que pequei muitas vezes por pensamentos e palavras, atos e omissões, e por comprar demais em liquidações. Satisfeitos? Nesta edição, dicas importantes para comprar em liquidação, lembrando que comprar bem já é uma arte; comprar bem em liquidação, então, este é um segredo ainda maior.

coluna-425-011 - A primeira dica é não se afobar. Respire fundo ao entrar em uma loja onde esteja escrita a palavra "liquidação" na vitrine. Nem tudo o que parece é. Como assim, Vasco? Em alguns casos, nem todos os produtos estão em promoção. Por isso, é necessário se informar antes de sair comprando. Pergunte claramente à vendedora quais são as peças em promoção e qual o valor do desconto, isto é, 10, 20, 30 por cento. Descontos de 10, 20 por cento, sinceramente não podem ser chamados de liquidação. Acima de 30 por cento começamos a nos entender melhor. Resumo da primeira dica: estar na moda é, acima de tudo, estar bem informado.

 

 

coluna-425-02

 

2 - Saber aguardar. Só você sabe aguardar, Vasco! Como consegue esta façanha? Estando bem informada. Normalmente, durante o período de liquidação, ocorrem 3 baixas de preço. Portanto, se a vendedora disser que a peça é a última, saiba que, em 99 por cento das vezes, não é. Se você esperar uma semana, ou duas, poderá comprar a mesma peça com preço ainda mais baixo. Se você gosta muito de uma marca, acostume-se a dar uma olhada em mais de uma loja da grife em diferentes bairros. Exemplo: no Rio, vá à loja do Centro, do Rio Sul e de Ipanema. Vá sentindo se aquela peça pela qual você se apaixonou está disponível em mais de uma loja de sua marca preferida. Com certeza, você vai constatar que aquela peça que você viu na primeira loja não era a última e poderá ser encontrada tão logo o preço caia mais. E sempre se informe sobre quais produtos estão em promoção, há peças que só baixam de preço na última semana da liquidação, e outras que nem chegam a cair de preço.

 

 

 

3 - O tamanho apropriado. Espelho, espelho meu, esta roupa está maior ou menor do que eu? Com certeza, o espelho já lhe respondeu corretamente e, ainda assim, você quis comprar. Pecado mortal, Vasco? Não. Falta de prática, talvez, de saber realmente comprar em liquidação. A roupa, quando sofre grandes ajustes, pode modificar o caimento, fora o gasto com costureira. Portanto, se não tem no seu tamanho, não compre, ou escolha outra peça. Sapato apertado, então, Deus que me perdoe. Se doeu ao experimentar, não leve, pois machucará profundamente ao sair com ele às ruas, por exemplo, debaixo de um sol de 40ºC.

coluna-425-03

coluna-425-04

 

4 - Condições de pagamento e de troca. A maioria das lojas aceita cartões de crédito em época de liquidação. Mas, já vi promoções onde eram aceitos apenas dinheiro e cheque. Veja o que convém para você. Vamos combinar que, sair por aí cheia de dinheiro na carteira, não é nem um pouco seguro. Penso que, se alguém quer realmente vender, deve facilitar a vida do cliente, e não dificultar. Observe também se há algum aviso informando se as trocas são permitidas durante o período de liquidação. Se não puder trocar, compre com bastante atenção.

 

 

coluna-425-05

 

5- Exame de consciência. Faça uma pergunta silenciosa e discreta, sem que as vendedoras e as clientes percebam. A questão é: tenho onde usar esta roupa, esta bolsa, este sapato? Foi-se o tempo em que as festas eram uma constante, hoje em dia o ritmo é corrido, e o visual deve ser apropriado para quem pega trem, ônibus, metrô cheio todos os dias. Logo, comprar só porque achou bonito não é um bom negócio. Guarde o dinheiro para adquirir uma peça mais adequada ao seu estilo de vida.

 

Terça-feira é o dia de nosso encontro marcado. Peço desculpas pela ausência na semana passada. (Resolvi tirar uma semaninha de férias). Tchau e até semana que vem!

 

 

 

 

 

Leia também as outras edições

.

Sobre Flávia

flávia-new siteFlávia Vasconcellos já viu reis e rainhas, é jornalista, editora-chefe e colunista do site Falando de Moda.
Saiba mais...

Parceiros

banneratalhocultura120