.

Edição 400

coluna-400-01Onda andava Vascota? Tirei uma semana de férias para chegar, enfim, à esta edição de número 400. Como diz a canção: "Se chorei ou se sorri, o importante é que emoções eu vivi". Confesso não ser fácil manter um site de moda, cultura e comportamento há exatos 8 anos. No entanto, o importante é que cheguei com saúde ao número 400. Como assim, Vasco, não tô entendendo este número 400. Explica melhor! Como a coluna tem edições semanais, que vão ao ar toda terça-feira, significa que sentei diante do computador 400 vezes, durante 400 semanas, de 2003 a 2012, para escrever as 400 edições que foram ao ar desde a criação do site. Agradeço a Deus e a você, leitor, que aprecia de algum modo os textos que escrevo. Aproveito para desejar um Feliz Ano-Novo! Como ensina o numerólogo Gilson Chveid Oen, o mantra da vez é: Eu te adoro 2012. Vamos praticar.

 

 

coluna-400-02Eu te adoro Ronaldo Fraga - O ano começa com baixas na moda. O estilista Ronaldo Fraga dilvulgou uma carta, ainda no final de 2011, informando que não participará da edição inverno 2012 da São Paulo Fashion Week, agora em janeiro. Tô contigo e não abro, Ronaldo. Penso que muitas vezes na vida, ao recuar, é que avançamos mais. Segue abaixo reprodução do conteúdo da carta.

 

coluna-400-03PARO. LOGO EXISTO. A moda acabou? Pelo menos da forma como a conhecíamos, acredito que sim. O desenho de um novo tempo nos pede novas funções para roupas, corpos, móveis e imóveis.Termino este ano com um saldo de seis coleções de moda, coleções de coisas para vestir a casa, quatro exposições multimídia, direção criativa de grandes eventos, pesquisas, conversas e projetos em todo esse Brasil varonil...! Toda essa intensidade de acontecimentos me permite agora experimentar um desejo de, depois de 17 anos desfilando regularmente duas coleções anuais, não desfilar na temporada do próximo inverno. Parar para respirar, para observar o entorno, para investigar outros suportes para o pensar, o expor, o produzir e o comercializar moda no Brasil. Meu tempo pede isto: a possibilidade de estabelecer diálogos mais estreitos com outras frentes, caminho que já venho trilhando. No início de 2012, trocarei a realização de um desfile pelo lançamento de um livro, o Caderno de Roupas, Memórias e Croquis. Em outras palavras, na próxima temporada, trocarei a passarela por uma pausa e por uma escolha pela concentração em palavras, riscos, rabiscos e desenhos. E as roupas, impertinentes, continuarão por lá. Feliz Ano Novo! Carinhosamente,  Ronaldo Fraga

coluna-400-04Eu te adoro cosmético - Os anos passam e continuo apaixonada por cosméticos. Amiga da coluna esteve no Rio Grande do Sul de onde me trouxe dois produtinhos da Panvel, a farmácia com linha própria que, infelizmente, não tem lojas no Rio. As novidades são: o sabonete líquido flor de cerejeira e o sérum para as mãos da linha Chic Chá Branco. Antigamente, torcíamos o nariz para linhas de produtos produzidos, por exemplo, por supermercados. Sabão do supermercado X, ervilha do supermercado Y, etc. É tempo de mudarmos de opinião, ao menos a linha própria da Panvel é boa e barata. Quem sabe outras farmácias comecem a produzir suas próprias linhas de cosméticos, ideia excelente para nós, apreciadoras, que sempre pagamos caro por bons produtos.

 

 

coluna-400-05Eu te adoro comer bem - Como já contei aqui, no final do ano tive uma grata surpresa ao conhecer o café-da-manhã da Fiammetta de Ipanema. No dia 24, inovei. Em vez da tradicional ceia noturna, resolvi almoçar bem e apenas lanchar na noite de Natal, uma vez que não tenho o hábito de comer comida à noite. O almoço foi no restaurante Degrau, do Leblon, já às 3h da tarde. Uma grata surpresa, com garçons atentos e sorridentes, ainda que estivessem trabalhando no dia 24 de dezembro, enquantos muitas pessoas se divertiam. Comeu o quê, afinal, Vasco? Na verdade, devorei (gostaram do verbo?) vários pastéis e bolinhos de bacalhau, deixando que os outros à mesa se deliciassem com filés e outras iguarias do local.

 

 

 

 

coluna-400-06Eu te adoro sapatilha - 2011 foi o ano em que aderi de vez às sapatilhas. Como assim, Vasco, você não usava sapatilhas em pleno Rio de Janeiro, com tantos buracos e obstáculos nas ruas? Até há bem pouco tempo, simplesmente não conseguia usar sapatos de salto baixo ou sem salto, como sapatilhas e rasteirinhas. Esse tipo de calçado me provocava o efeito contrário, isto é, em vez de me proporcionar conforto, traziam dores nos pés e nas pernas. Pouco a pouco, porém, fui me acostumando e um dos sapatos que mais usei em 2011 foram as sapatilhas Magne da Peach by Constança Basto. Acabei comprando nas 3 cores: preto, onça e dourado. Se você gosta de sapatilhas, quem sabe consegue comprar a Magne nas liquidações de janeiro e fevereiro? Será um bom investimento, pois as cores combinam tanto com looks de verão quanto com looks de inverno.

 

Terça-feira é o dia de nosso encontro marcado. Tchau e até lá! Obrigada pela audiência nestas 400 edições!

 

 

 

 

Leia também as outras edições

.

Sobre Flávia

flávia-new siteFlávia Vasconcellos já viu reis e rainhas, é jornalista, editora-chefe e colunista do site Falando de Moda.
Saiba mais...

Parceiros

banneratalhocultura120