.

Edição 319

O Rio de Janeiro voltou à época da Sinhá Moça. - Não entendi, Vasconcellos!! O Rio que lança tendências agora passa por um retrocesso? Isso mesmo. Estamos em uma fase, em terras cariocas, que ninguém pode ver uma mulher desacompanhada. Chama a atenção, incomoda mesmo. Sempre tem um a vir perguntar: “Está esperando alguém?", ou ainda, “Vai sozinha ao teatro, não tem medo?”. Imagina, medo de quê? Creio não ser só no Rio que esteja acontecendo o tal fenômeno de volta ao passado. A cerimônia do Oscar 2010 mostrou que as mulheres andam clássicas, nada ousadas. E isso que o taxista que me trouxe para casa no último sábado à noite, debaixo de enchente, declarou: “As mulheres hoje em dia gostam é de gandaia”. Que gandaia, meu senhor? Não bebo, não fumo, trabalho à beça, e o senhor vem me dizer que gosto de gandaia, quanta desinformação. Por isso, sempre falo em meu programa na Rádio: estar na moda é, acima de tudo, estar bem informado. Nesta edição, uma homenagem ao Dia Internacional da Mulher, comemorado na última segunda-feira, dia 8 de março, e um passeio pelo tapete vermelho do Oscar.

Mulher sereia – Enquanto o taxista desinformado pensa que as mulheres do século 21 só gostam de gandaia, as celebridades provam o contrário. No tapete vermelho do Oscar 2010, o clássico imperou, mais do que isso...o velho estilo mulher sereia estava lá.
Fotos: Oscar.com
Vera Farmiga, com vestido da grife Marchesa, a sereia do século 21
Mulher blush – Os americanos chamam a cor de “blush”, aqui adjetivamos como “pálido”. Que mulher vestida de rosa ou bege pálido iria para a gandaia? Não sei por que, mas tenho a maior implicância com esses tons pálidos, creio que não trazem boa sorte e não levantam o astral.
Anna Kendrick, de Elie Saab; Demi Moore, de Versace; Jennifer Lopez, de Armani Privé
Mulher brilho – Sandra Bullock atraiu energias positivas com seu look puro brilho da grife Marchesa, acabou levando a estatueta de melhor atriz. Todavia, o que mais chamou minha atenção no visual da atriz foi o cabelo. Perdoem-me os profissionais brasileiros, mas nem que fizesse uma escova com o melhor cabeleireiro do país, meu cabelo ficaria como o de Sandra Bullock, tão bem assentado. Creio que a umidade também contribui para que nossas escovas não durem nada.
Sandra Bullock, de Marchesa
Mulher de peso – Apesar de estarem acima do peso, Mo´Nique e Gabourey Sidibe, mãe e filha em “Preciosa”, apareceram glamourosas no tapete vermelho. Vi que o azul fica muito atraente nas mais cheinhas. Antigamente, dizia-se que só o preto disfarçava as gordurinhas.
Mo´Nique, de Tadashi Schoji; Gabourey Sidibe, de Marchesa
Mulher de peito – Charlize Theron é linda, linda, mas para que atrair as atenções para o busto? Como disse a comentarista de um canal televisivo, todos só tinham olhos para seus peitos, esquecendo-se de seu belo rosto.
Charlize Theron, de Christian Dior
Mulher de Oscar – Meryl Streep, após tantas indicações para o Oscar, quase 20, parece não se emocionar com a festa. Em vez de um pretinho básico, escolheu um branquinho básico.
Meryl Streep, de Chris March
Terça-feira é o dia de nosso encontro marcado. Tchau e até lá! Lembrando que Flávia Vasconcellos apresenta o quadro Estilo, toda sexta-feira, às 8:20h da manhã, na Rádio Roquette Pinto. Quem mora no Rio, basta sintonizar 94,1 FM. Para os ouvintes de fora do Rio, a rádio pode ser acessada pela Internet através do endereço: www.fm94.rj.gov.br.
E-mails para esta coluna: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Colaboração:
Maria Contreras e Paula Leite (de Brasília)
Virgil  Christine (da França)

 

 

Leia também as outras edições

.

Sobre Flávia

flávia-new siteFlávia Vasconcellos já viu reis e rainhas, é jornalista, editora-chefe e colunista do site Falando de Moda.
Saiba mais...

Parceiros

banneratalhocultura120