.

Edição 87

Sensibilidade à flor dos pés – Começamos esta edição esclarecendo: a moça que você vai conhecer a seguir não é sapateira, pois não fabrica sapatos, todavia, desenha, cria, inventa, podendo ser chamada de designer ou estilista. A carioca Constança Basto tem hoje 27 anos, destes, muitos foram sofridos por um único motivo: Constança têm os pés sensíveis. Quando criança já enfrentava o problema que herdou do pai: todos os sapatos das mais diferentes marcas machucavam seus pés. Quem vê fotos atuais de Constança, nota logo um detalhe: as dores nos pés são coisa do passado, pois a estilista aparece sempre sorrindo e bem calçada. Conta que não sente mais dores nos pés, usa apenas sapatos de sua marca, tem dois pares do badalado estilista Manolo Blahnik, mas raramente os calça. Na hora de comprar sapato, dá a dica – Se doeu na loja, não compre. O sapato pode até ceder, explica ela, mas antes terá machucado os pés. A estilista, que tem lojas no Rio, em São Paulo e em Nova York, garante que nenhuma cliente até hoje reclamou de seus sapatos, ao contrário, quem sofria de dores nos pés relata ter ficado aliviado após calçar um Constança Basto.
Fotos: Divulgação
Os sapatos da grife de Constança podem variar de R$99,00 a R$1900,00, ficando na média dos R$600,00. Pergunto a ela se a pessoa pode estar confortável com sapatos de lojas mais populares. A estilista diz que sim - Cada pé é diferente, cada pessoa é única, portanto, pode ser que aquele sapato esteja confortável para determinada pessoa. Quanto aos sapatos de plástico, Constança não acredita no conforto deles, mas se revela fã das linhas mais estilosas da Melissa, por exemplo. As tradicionais Havaianas também recebem elogios da designer que as considera universais e chiquérrimas. Na opinião de Constança, tênis também é chique, e há lugares, como as academias de ginástica, que só o tênis cai bem.
E a paixão que as mulheres sentem por sapatos? Como explicar? Constança diz que o sapato mexe com a auto-estima da mulher - Não é uma necessidade, mas sim, uma obsessão comprar sapatos - define. Várias celebridades internacionais calçam hoje sapatos de Constança, entre elas, a musa da designer, a atriz Nicole Kidman. E já que o assunto é celebridade, a estilista conta que não buscava a fama, queria, na verdade, ser publicitária. Constança chegou a cursar Comunicação na PUC do Rio, mas não concluiu o curso, porém teve a experiência de trabalhar em TV como assistente de produção. Constança gostaria de ver agora seus sapatos nos pés de Angelina Jolie e de Madonna. E as sandálias da humildade, hein, Constança? Quem merece calçá-las?? A estilista não elegeu ninguém para usá-las, garante nunca ter tido problemas com artistas e personalidades que entram em suas lojas. Lembra, todavia, que tudo é passageiro na vida e que somos todos iguais. - Hoje você pode estar em um momento de glória, amanhã não mais.
Programa legal – Bem calçadas, estamos prontas para rodar o mundo, mas não vamos longe, não, vamos à farmácia da esquina. Observando as fotos abaixo, a gente nem acredita que as imagens sejam de uma farmácia. Atualmente, com as farmácias totalmente repaginadas, nem sempre vamos comprar remédios, aliás...se você não conseguiu arranjar namorado nessas férias, dê uma chegadinha à farmácia, garanto que acaba logo o tédio. No Rio, as farmácias fashion são a Drogasmil e a Farmalife, você pode passar horas olhando os cosméticos, normalmente há demonstradoras de produtos, e se você tiver ainda mais sorte, às vezes há distribuição de brindes, como amostrinhas. Procure em sua cidade a farmácia fashion, compre um shampoo ou um hidratante e você já estará de alto astral para receber de braços abertos a chegada do segundo semestre.

Casa da beleza – O cabeleireiro Mauro Freire, que cuida do look de famosos como Xuxa e Ana Maria Braga, está prestes a lançar um novo conceito de espaço de beleza. Mauro inaugura no próximo dia 16 de agosto a Casa Mauro Freire, que vai funcionar em um espaço de 1200m² próximo à rua Augusta em São Paulo. O cabeleireiro pretende que as pessoas se sintam literalmente em casa em seu novo salão. Além da beleza, haverá ainda áreas dedicadas à cultura e à gastronomia. A casa-salão comportará também um restaurante e uma livraria.

Casa da calcinha – Nova Friburgo, interior do Rio, vai se transformar, literalmente, na residência oficial da calcinha, durante a FEVEST, a maior Feira de Moda Íntima da América Latina, que acontece de 9 a 12 de agosto. Os organizadores esperam um volume de negócios da ordem de R$25 milhões. Maiores informações: www.fevest.com

Léxico – Amor- palavra tão simples e conhecida da Língua Portuguesa. Mas, você já parou para pensar que nem sempre ser chamado(a) de “amor” é bom? Nada contra as pessoas afetuosas, afinal, quem não gosta de carinho, mas creio que as vendedoras de loja não deveriam chamar as clientes de “amor”, por mais intimidade e amizade que tenham com as compradoras. No máximo, um “querida” já seria mais do que suficiente. Ou então, para ficar ainda mais elegante, trate a cliente pelo nome, ou seja, sem utilizar palavras que acabam soando falsas como “amor”, “querida”, “linda”, etc.

Léxico 2 – Esses dias, ouvi um termo que chamou minha atenção: bizuário. Agora, com a volta às aulas, resolvi colocar a palavra em relevo. Bizuário é uma gíria utilizada no ambiente militar e significa um apanhado de dicas, por exemplo, você faz um resumo da matéria da prova, destaca os pontos mais importantes, e conta ao colega: Fiz um bizuário de Geografia. Se quiser, faça um bizuário de moda, cultura e comportamento, o que anda acontecendo em sua cidade, e mande para a coluna.
Aos cinéfilos de plantão – Você é fã do cinema oriental? O ídolo japonês Takeshi Kitano, que viveu um samurai em Zatoichi, filme exibido recentemente no Brasil, participa agora de Blood and Bones. O filme, que já estreou na Europa, ainda não tem data para ser exibido por aqui.
Fotos: Allocine

Na próxima edição, seu marido nunca mais vai reclamar de suas idas semanais ao cabeleireiro. Você vai saber porque na semana que vem. Terça-feira é o dia de nosso encontro marcado. Tchau e até lá!
E-mails para esta coluna: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Colaboração:
Maria Contreras e Paula Leite (de Brasília)
Virgil Christine (da França)

 

 

Leia também as outras edições

.

Sobre Flávia

flávia-new siteFlávia Vasconcellos já viu reis e rainhas, é jornalista, editora-chefe e colunista do site Falando de Moda.
Saiba mais...

Parceiros

banneratalhocultura120