.

Edição 71

O luxo do lixo – Algumas mulheres podem até negar, mas o papel que a bolsa exerce em suas vidas é algo sem precedentes na história da humanidade. Tenho a mais absoluta certeza de que, na vida dessas mulheres, as bolsas são até mais companheiras do que seus namorados. O comércio sabe bem disso, conhece esta nossa fraqueza, vamos chamar assim. Os donos de loja encontraram uma forma de fazer com que todas nós tenhamos acesso à uma legítima Louis Vuitton, a uma Hermès, enfim ao fabuloso mundo das bolsas de grife. As japonesas, aficcionadas por bolsas, renderam-se à novidade. Proliferam do outro lado do mundo as lojas de bolsas de segunda mão, não confundir com bolsas falsificadas, como as que vemos nos camelôs das grandes metrópoles mundiais. Nas lojas de “segunda mão”, as bolsas vêm com certificado de garantia, os vendedores usam luvas brancas para protegê-las. Mas, Vasconcellos, essa loja existe só no Japão? Por aqui, ainda não abriu nenhuma, não? Abriu, sim. No Rio, há um brechó que vende bolsas de grifes como Victor Hugo e Louis Vuitton, na semana passada interessei-me por uma Louis Vuitton, liguei para saber o preço: R$ 27,00. O endereço e o telefone do Brecholar é: Rua Marquês de Abrantes, 26, loja G. Flamengo. Tel: (21) 2556-2878.
No Japão, o poderoso brechó mantém um site.
O endereço é: www.brands.co.jp.
Dentre as ofertas que encontrei nos últimos tempos no site, estava o tamanquinho Louis Vuitton, super bem conservado, como se vê na imagem. O preço é que não parece de material de segunda mão:
42 mil ienes ou R$1038,00.
Literatura do século XXI – Além de comprar bolsas de segunda mão que parecem novas, as japonesas lançam outra novidade: a literatura pelo celular. Já existem obras escritas para serem publicadas exclusivamente na tela do celular. “Deep Love”, “Amor profundo” em Português, é um destes “livros telefônicos”. O autor, Yoshi, conta uma série de histórias sobre uma jovem prostituta de Tóquio. O livro fez tanto sucesso que se transformou em filme, série de televisão e até mesmo em livro de papel, com uma tiragem de 2,6 milhões de exemplares. Quem sabe se o futuro de Falando de Moda será na tela do seu celular? Uma pesquisa de mercado feita recentemente no Japão mostra que a maior parte das fãs do livro pelo celular é feminina. Muitas mulheres gostam de ler à noite na telinha, enquanto seus bebês dormem. E mais...como a tela do celular é pequena, algumas mulheres aproveitam para ter acesso a manuais de sexo e outros títulos proibidos que não teriam coragem de ler em público.
Forças ocultas – O que será que será que algumas lojas têm que, logo ao entrarmos, parece que estamos diante de forças ocultas? Esses dias, entrei em uma loja de roupas femininas e minutos depois saí me sentindo mal. Não quero culpar as vendedoras, pois talvez seja alguma coisa previamente incorporada ao ambiente. Se você é médium, pajé, psicólogo ou entende do assunto, por favor, escreva para a coluna explicando de que se trata essa energia negativa que algumas lojas nos oferecem de bandeja.
Villa Daslu – Maio é o mês das mães, vamos chamar de mês das mulheres, por que não? Será neste mês que um verdadeiro templo feminino abrirá suas portas. O megaempreendimento vai se chamar Villa Daslu e ficará na Marginal Pinheiros em São Paulo. A abertura deve acontecer no dia 20 de maio. Os números são de impressionar: R$200 milhões de investimento e 80 grifes de luxo reunidas em um só lugar. Além de lojas de roupas como Armani, Prada e Gucci, haverá também restaurantes, cafeterias, espaço para desfiles e até comércio de carros e barcos. A marca de lanchas e iates Spirit Ferretti promete, desde já, levar os interessados ao Guarujá ou Angra dos Reis de helicóptero para conhecer os barcos ao vivo. Falando em helicóptero, quem possui um não precisa se preocupar: haverá heliponto na Villa Daslu para que os chiques possam fugir do trânsito caótico de São Paulo. Bateu a fome? Almoce ali mesmo, o chef Giancarlo Bolla preparou um almoço executivo pensando especialmente na pausa das compras na Villa. Preço: R$50,00 por pessoa.
Bonita por fora e por dentro – O casamento, enfim, é realidade. Charles e Camilla se tornaram marido e mulher no último sábado. Camilla, como o mundo inteiro sabe, nunca primou pela beleza. Mas, restava a esperança...como a Duquesa da Cornuália ficaria vestida de noiva? Bem, na cerimônia religiosa, a eterna amada de Charles não parecia estar trajando um vestido de noiva. E o arranjo de cabeça, hein? Como o tempo estava horrível naquele dia e ventava muito, Camilla segurava o penacho com as mãos na saída da igreja. Resta, então, o consolo da comentarista da rede americana de TV CNN: "Camilla é um ser humano maravilhoso". É, pode ser.
Fotos: BBC

Mestre em Moda – O Senac São Paulo está lançando o Mestrado em Moda, Cultura e Arte. O curso é reconhecido pelo MEC. As inscrições vão de 2 de maio a 3 de junho de 2005. Quem for aprovado no processo seletivo pagará R$1180,00 por mês pelo curso. Maiores informações: www.sp.senac.br.
E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. ou pelo telefone: (11) 5682-7300

Todo o poder às mulheres – O Chile poderá ter uma presidente. Duas mulheres são candidatas ao cargo: a advogada Soledad Alvear e a médica Michelle Bachelet. As pesquisas apontam que, se as eleições fossem hoje, qualquer uma delas ganharia do candidato conservador Joaquín Lavín. As duas candidatas viraram alvo de piadas no Chile, há quem pergunte como elas fariam para tomar decisões nos dias de TPM, por exemplo. A socialista Michelle responde, diz que “não basta carisma para governar”, o que chamam de carisma, segundo ela, significa, na verdade, credibilidade.
O Papa é fashion Católico ou não, com certeza você acompanhou pela TV as notícias em torno da morte do Papa João Paulo II. Você notou que, em todas as viagens pelo mundo, João Paulo II estava sempre alinhado? Nos bastidores do look papal, está a família Gammarelli de Roma. Desde 1798, é na loja da família que são fabricadas as vestimentas dos Papas. A loja, que fica na rua Santa Chiara, 34, na capital da Itália, tem uma estratégia: quando começa o conclave para eleger um novo Papa, três conjuntos de batinas são confeccionados. Espertamente, os Gammarelli fazem três tamanhos diferentes de vestes: pequeno, médio e grande. Desta forma, assim que o nome do novo Papa é anunciado, a roupa já está pronta. Uma vez, a família passou apuros, foi na posse de João XXIII em 1958. O Papa da época era gordinho, mas, na hora de seguir para o Vaticano, a caixa enviada não foi a que continha a veste tamanho grande, resultado: quase que a roupa não entra.
      
Aos cinéfilos de plantão – “Maria cheia de graça” alçou a atriz Catalina Sandino Moreno ao estrelato. A colombiana foi candidata ao Oscar/2005, competindo com as supermega maravilhosas Hilary Swank e Annette Bening. Não faturou a estatueta, mas ganhou a chance de mostrar seu trabalho para o mundo. Além de mostrar seu trabalho, a atriz alerta, através de seu papel no filme, que devemos pensar bem antes de correr riscos, aqui, no caso da trama em questão, risco até de morte. Em tempos de novela América, que retrata o drama dos imigrantes latinos nos Estados Unidos, é bom assistir antes à “Maria cheia de graça”, se você está pensando em seguir os passos da personagem Sol.

Na próxima edição, muito cuidado com os donos de saunas, você vai saber porque na semana que vem. Tchau e até lá!
E-mails para esta coluna: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Colaboração:
Rosa Sonoo ( do Japão) – especial para esta edição
Carli Cordeiro (de São Paulo) - especial para esta edição
Maria Contreras e Paula Leite (de Brasília)
Virgil Christine (da França)

 

 

Leia também as outras edições

.

Sobre Flávia

flávia-new siteFlávia Vasconcellos já viu reis e rainhas, é jornalista, editora-chefe e colunista do site Falando de Moda.
Saiba mais...

Parceiros

banneratalhocultura120