.

Edição 60

Máquina de unhas – O ano de 2005 começa inspirador para quem gosta de unhas trabalhadas. No desfile de Alexandre Herchcovitch na São Paulo Fashion Week, as modelos usaram unhas pintadas por uma máquina. No Rio de Janeiro, a novidade já pode ser encontrada no salão Unhas Rio. Além das tradicionais figuras de florzinhas e bichinhos, o charme é imprimir fotos nas unhas. Se você tem uma imagem em casa e gostaria de tê-la impressa nas unhas, basta levar o material em CD ou disquete para o salão. O telefone do Unhas Rio para maiores informações é: (21) 2535-4752.
Inovação – Outra novidade desta última edição da São Paulo Fashion Week foi a venda de ingressos. Por 30 reais (15 para estudantes), era possível circular pela maior semana de moda da América Latina. Os ingressos não davam direito a assistir aos desfiles, mas, para muitos, o simples fato de circular entre as modelos e personalidades da moda representa a realização de um sono dourado e prateado. A organização do Fashion Rio poderia adotar a idéia, pois, como dissemos na semana passada, às vésperas do início da semana de moda carioca, todo mundo quer informações sobre como acompanhar de perto o evento. Por enquanto, a entrada para o Fashion Rio só é permitida para jornalistas credenciados e convidados. E em São Paulo, a venda de ingressos acabou não agradando a todos: donos de lojas, socialites e colegas jornalistas reclamaram da quantidade de gente que circulava pelos corredores da Fashion Week.

Inovação capilar – Além da máquina de unhas, outra revolução na área da beleza neste começo de 2005 é um sistema de mechas, lançado pela Wella. Sempre se acreditou que fazer mechas estraga o cabelo, resseca, quebra etc. O novo produto da Wella chama-se Magma Lights. Se você tem cabelos escuros, e quer fazer mechas louras ou vermelhas, por exemplo, é possível, com um pequeno grande detalhe: não é preciso descolorir o cabelo. No Rio, expert em Magma Lights é a cabeleireira Roseli. Informações: (21) 2539-2418

Seiva vitaminada – Você já parou para observar no salão que creme eles usam para enxaguar seu cabelo? Amiga da coluna conta que um salão chique da cidade (que começa com a letra J e tem filiais em Ipanema e na Barra) usa, no lugar dos tradicionais Kérastase e Osmose, o creme Chama Brasil na cabeça das clientes. Detalhe: a amiga da coluna gostou tanto do Chama que até levou um pote para casa, vendido no próprio salão...A coluna quer saber sua opinião: você acredita que os cremes mais populares possam surtir o mesmo efeito daqueles caros vendidos apenas em salões?

Armazém Digital – O lançamento de um livro sobre Carnaval levou-me a esta livraria. Grata surpresa tive ao me deparar com uma boa quantidade de títulos sobre moda. Se você gosta do assunto, tem que ir ao Armazém Digital no Shopping Rio Plaza (aquele antigo Rio OFF Price, perto do Shopping Rio Sul). Nas prateleiras do Armazém, encontrei “A moda no século XX”, da editora Senac. Leitura imperdível para quem pesquisa, trabalha com moda, ou para os apreciadores em geral. A livraria do shopping Rio Plaza tem ainda um Café e um cinema, portanto, é um ótimo programa para uma tarde de férias.

Parabéns pra você – Ainda neste shopping, o Rio Plaza, existe uma filial do restaurante Joe&Leo´s. A coluna parabeniza o correto atendimento ao público, pois os garçons, embora muito jovens, tratam o consumidor com respeito e atenção. No auge do verão carioca, quando a cidade lota de turistas, os garçons conseguem trabalhar com calma e simpatia.

Foto: Divulgação
Parabéns pra você 2 – Fantástica a iniciativa da Universidade de São Paulo de criar um site destinado a pessoas que convivem com deficientes visuais. No site, além de esclarecimentos sobre como tratar os cegos, existe ainda um curso on line de Braille, o método de leitura e escrita para deficientes visuais. O endereço do site é: www.braillevirtual.fe.usp.br
Ilustrações do site
Sandálias da humildade – Durante o Fashion Rio, era preciso calçar as sandálias da humildade. Nove entre dez pessoas que circulavam pela área do MAM, local onde aconteceram os desfiles, usavam chinelos, ou melhor, sandálias rasteiras. Será que as cariocas vão abolir de vez o salto alto?? (As donas dos pezinhos que aparecem na foto são Lívia e Cristina, funcionárias do Hotel Caesar Park, portanto, gente chique no Rio gosta, literalmente, de um belo par de chinelos).
Foto: Marcelo O'Reilly

Léxico – O Fashion Rio é um bom, ótimo local para estudar Português. Não seria melhor estudar moda por lá, Vasconcellos? Estudar moda é óbvio, mas para os interessados em Língua Portuguesa a semana de moda carioca oferece belos exemplares para objeto de estudo. Recordo-me bem que os verbos ser e estar são ensinados nas séries básicas do primário, com isso entende-se que uma criança de 7 ou 8 anos consiga dominá-los. Não vi saltos quebrados no Fashion Rio, vi, sim, verbos quebrados pelo meio. Nas coletivas ou em qualquer chance que alguém tinha para falar, era um tal de “tá isso, tá aquilo”, ou seja, “Este evento tá consagrado”.  Será que é tão difícil pronunciar: “Este evento está consagrado”?

Consagração – E o Fashion Business, evento paralelo ao Fashion Rio, está, de fato, consagrado. 70 por cento dos expositores do Fashion Business já reservaram estandes para a próxima edição em junho, quando serão mostradas as coleções primavera-verão. A bolsa de negócios de moda atraiu 5 mil e 500 donos de lojas de todo o Brasil. Expectativa de exportações: entre 6 milhões e 6,5 milhões de dólares, segundo dados da Firjan, a Federação das Indústrias do Rio.

Liquidação – A loja Philippe Martin, que fez bonito no Fashion Business, está promovendo uma superliquidação. Os jeans podem ser encontrados pela metade do preço, na faixa de 65 reais.
Na semana que vem, vamos falar de festas. Você vai aprender como tratar seus convidados de uma maneira muito especial. Sua festa será inesquecível, vai abalar 2005.  As dicas você confere na próxima terça-feira, dia de nosso encontro marcado. Tchau e até lá!
E-mails para esta coluna: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Colaboração:
Maria Contreras e Paula Leite (de Brasília)
Virgil  Christine (da França)

 

 

Leia também as outras edições

.

Sobre Flávia

flávia-new siteFlávia Vasconcellos já viu reis e rainhas, é jornalista, editora-chefe e colunista do site Falando de Moda.
Saiba mais...

Parceiros

banneratalhocultura120