.

Edição 38

Bilu bilu – Ai, as festas...Tema já comentado na última edição...Então, por que estamos repetindo o assunto, Vasconcellos? Na verdade, não estamos repetindo os assuntos. Na última edição, falamos de como não devemos tratar nossos companheiros em público. Referir-se ao namorado como “Este aí” chega a ser paradoxal, afinal uma pessoa com quem temos intimidade não pode, jamais, ser considerada um Este aí. Bem que eu avisei que o casamento de minha amiga não andava nem um pouco abalado...Dito e feito, na segunda vez em que nos encontramos em uma mesma semana, ela discorreu fatos de sua intimidade com o Este aí, que vem a ser seu marido. Minha “colega de festa” se realizou ao contar em público que o marido a espera acordado às 11 horas da noite, horário em que ela chega do trabalho, e mais...Diz em alto e bom som: “- Mãe, me dá comidinha na boca”. Sinceramente, não acredito que essas intimidades que as pessoas revelam sejam verdadeiras. Minha intuição estava certa. Uma pessoa que se sentava ao meu lado naquela noite contou-me que o marido desta minha amiga costuma dormir a sono solto no trabalho, imagina então se o Este aí vai estar acordado às 11 da noite para pedir comidinha na boca...
Pinóquio eletrônico – E já que estamos falando das mentiras que as pessoas contam em público, atire a primeira pedra quem nunca, jamais, disse ao celular algo como: “Já tô chegando”, “Ihhh, tô passando por um túnel, a ligação vai cair...”. Agora não é mais preciso dizer mentiras ao celular, o próprio aparelho se encarrega de, digamos, forjar uma situação.  A empresa americana Kargo vende sons fabricados para implantar no celular, como, por exemplo, uma tosse, uma gripe forte, buzinas de automóvel e até o motor do dentista.
La vie en rose – As temperaturas aumentaram um pouco no Sudeste neste mês de agosto, as vitrines, por sua vez, começam a exibir as coleções primavera-verão. De repente, a vida se tornou cor de rosa. Sapatos e bolsas são rosas nesta estação. Em coleções primavera-verão de anos anteriores, o rosa já havia aparecido junto com o azul bebê e o bege clarinho, mas neste 2004 é diferente, só dá ele.

La vie en rose 2 – Hello Kitty parece estar conectada à moda brasileira. Veja a cor da bolsa comemorativa aos 30 anos de idade da gatinha.


Capital Cultural – A Capital Federal se transforma em Capital Cultural.  Duas livrarias e uma rede de cinemas abrirão brevemente em Brasília. Após a chegada da megalivraria francesa Fnac, a Capital se prepara para receber a livraria Cultura, presente em São Paulo há 50 anos. Números da Câmara Brasileira do Livro mostram que o brasiliense está com tudo e não está prosa quando o assunto é leitura. De acordo com os números, a região Centro-Oeste é a que engloba o maior número de amantes da literatura: 43 por cento dos brasileiros apreciadores da leitura moram hoje no Centro-Oeste.
Fogo!!!! – As mulheres poderão pegar fogo com este lançamento, mas o livro restará intacto. “Extrêmes” é o nome da obra que será lançada no dia 6 de setembro na França. O livro trará imagens de bombeiros do mundo inteiro com um pequeno grande detalhe: poderá atiçar as mentes femininas, no entanto, não pegará fogo em hipótese alguma. Segundo o autor, Christophe Dubois, será o primeiro livro da história da França totalmente impresso em papel não-inflamável.
Foto: Yahoo France
Ousadia – O salão Ousadia está, de fato, promovendo uma ousadia neste mês de agosto. A escova progressiva está em promoção por 50 reais. O salão fica na rua Voluntários da Pátria, número 150, Botafogo. Tel: (21) 2539- 2418
Moda cibernética – Não satisfeitas em apenas atuar nos palcos e telas de cinemas, as estrelas agora vendem roupas e acessórios pela Internet. Jennifer Lopez e Kylie Minogue vendem em seus sites roupas, CDs, perfumes, posters e até bonecas, que fazem alusão, é claro, a elas mesmas. Veja mais da moda de JLo e Kylie nos endereços: www.shopjlo.com e www.kylieshop.com
Léxico – Recentemente, sentei-me ao lado de uma convidada uruguaia em um jantar. Impressionou-me como o Espanhol e o Português podem ser tão diferentes. Ao término do jantar, a convidada levou um susto, pois ao escutar: “- Vamos embora”, pensou se tratar da expressão dita em seu país: ir de bolas, que significa tirar a roupa. Por instantes, ela imaginou que, por aqui, tirávamos a roupa no final dos eventos. Na semana que vem, você vai saber que já é possível alugar o bem mais precioso na vida de uma mulher. O que será que será? Uma pista: não estamos falando de namorados, não! A resposta na próxima terça, dia de nosso encontro marcado. Tchau e até lá!

Colaboração:
Maria Contreras e Paula Leite (de Brasília)
Virgil  Christine e Florian Béthuleau (da França)
Rosa Castellano (da Itália)

 

 

Leia também as outras edições

.

Sobre Flávia

flávia-new siteFlávia Vasconcellos já viu reis e rainhas, é jornalista, editora-chefe e colunista do site Falando de Moda.
Saiba mais...

Parceiros

banneratalhocultura120