.

Edição 37

Falando de festa – Esta edição começa em alto estilo. Muitas luzes, flashes, badalação. Tudo isto tem um motivo. A colunista faz aniversário nesta terça-feira, 17 de agosto. Na nossa festa, vale tudo, entre e fique à vontade. Os convidados já começaram a chegar. De Paris, o colaborador Virgil Christine. De passagem pelo Rio, Virgil sugeriu: “Desta vez, nossa reunião de pauta será diferente, vamos ao Centro da cidade”. Nosso brinde foi regado com o delicioso cappuccino da centenária Confeitaria Colombo, que nunca perde a majestade. No apagar das luzes, recordo-me da sabedoria da mestra em língua e cultura japonesa, Rosa Sonoo. A professora acaba de escrever um artigo sobre os provérbios que falam da importância de aprendermos com os gatos e os cachorros.  Da lista da professora, escolhi o que trata da gratidão: “Inu neko mo mikka kaeba on o wasurezu”. Em Português: “Nem cachorro nem tampouco gato esquecem a gratidão ao serem cuidados por 3 dias”. Aproveito a ocasião e a data especial para manifestar a minha gratidão a você, leitor da coluna.

O amor no século 21 – Em várias edições, a coluna tem falado do amor e também das novas tecnologias. Sobre o ORKUT, citado na última edição, o crítico literário Jorge Marques diz, por e-mail: “A idéia de pertencer a um grupo seleto move mentes e corações do mundo inteiro”.  Parafraseando o crítico, acredito que a idéia de encontrar um amor move mentes e corações do mundo inteiro. O amor no século 21 se tornou virtual, mas será que existe mesmo o tal de amor virtual? Bem, certo é que os sites de encontros crescem a cada dia. Na Europa, meetic é um site que une corações e mentes. São 5 milhões e meio de pessoas inscritas. Os colaboradores Virgil e Florian já andaram testando, todavia continuam sem namorada. Meetic cresceu tanto que se transformou em revista. Se os sites de encontro funcionam, ou não, cabe a você julgar. O endereço do site é: www.meetic.fr

Infidelidade – E já que estamos falando de amor, a infidelidade é o assunto de capa das principais revistas francesas neste mês de agosto.
Dica para as Poderosas – Estamos a uma semana do término do seriado Sex and the City no Brasil. O seriado é comentadíssimo no mundo inteiro, faturou prêmios e, por fim, acabou por ensinar dicas de moda e comportamento. Em entrevista à revista colombiana Fucsia, Cindy Chupack, uma das sete roteiristas do seriado, diz que “é importante que as mulheres de sucesso se lembrem de vez em quando que os homens, às vezes, querem sentir-se como homens. Quando a mulher sabe que se vira perfeitamente sem um homem, seria agradável permitir que ele cuidasse um pouco dela”.
Frutos para Charlotte – A atriz Kristin Davis, que interpreta a personagem Charlotte em Sex and the City, colhe os louros da fama. Kristin foi escolhida pela Maybelline para ser o novo rosto da marca de cosméticos. Cheryl Vitali, vice-presidente de marketing da Maybelline, diz que a atriz é divertida, galanteadora, sofisticada e elegante.
O beijo do dragão – No vocabulário masculino, as mulheres feias costumam ser chamadas de “dragão”. Imagine, então, o beijo de um dragão?...Este beijo de que vamos falar, todavia, é um beijo muito chique. Le Baiser du Dragon, que quer dizer o “beijo do dragão”, é o nome do novo perfume da Cartier. A grife aproveitou a onda oriental que invade a França, já que este é o ano da China naquele país.

Carla Branco comemorando o sucesso da exposição
Estupendo – Imperdível a exposição “O Quixote Ilustrado”, organizada pelo Instituto Cervantes em conjunto com o Centro Cultural da Justiça Federal. Para que todos possam acompanhar a mostra, Carla Branco, a responsável de Cultura do Instituto, guiará os deficientes visuais interessados em visitar a exposição. Um conjunto de gravuras das principais edições do Quijote dos séculos 18 e 19 captura os episódios mais significativos da imortal novela de Cervantes. Como dizem os espanhóis, estupendo! O Centro Cultural da Justiça Federal está localizado na Avenida Rio Branco, 241, Centro. A exposição fica em cartaz até o dia 9 de setembro.

Barbie em versão muçulmana – Razanne é uma bonequinha comportada: não tem as curvas de Barbie, lê o Alcorão e só usa roupas da moda em casa. Nas ruas, veste o hijab, o véu islâmico. A boneca muçulmana surgiu há 6 anos nos Estados Unidos e custa cerca de 15 dólares. O criador da boneca, Ammar Saadeh, informa que uma média de 50 mil Razannes são vendidas anualmente no mundo.

Léxico – Ai, as festas... quem não gosta de uma...no entanto, como diz o carioca, “ninguém merece” aturar uma má companhia durante uma festa. Direto de um evento ao qual a colunista esteve presente recentemente, vale a pena extrair a expressão “Este aí”. Sabe quem é o “Este aí”? O marido da minha “colega de festa”. Penso que, por mais que nossos relacionamentos com  maridos, namorados, amantes, ou seja lá o que for, estejam um pouco abalados, torna-se ridículo referir-se ao companheiro em rodas de conversa como “Este aí”. Por exemplo: “Este aí começa a ter cabelos brancos, Este aí dorme mais cedo do que eu, Este aí acorda não sei a que horas” e por aí vai. Pior que o relacionamento de minha “amiga” com o marido não parecia nem um pouco abalado, certamente ela terá muitas histórias para contar nos próximos eventos sobre o Este aí”.
Na semana que vem, a resposta à pergunta: até que ponto devemos expor nossa intimidade? Frases como: “meu Pituco adora que eu dê comidinha na boca” são engraçadinhas ou desastrosas ditas em sociedade? Este será um dos temas que você vai conferir na próxima terça, dia de nosso encontro marcado.  Aos Pitucos e Pitucas de plantão, tchau e até lá!

Colaboração:
Maria Contreras e Paula Leite (de Brasília)
Virgil  Christine e Florian Béthuleau (da França)
Rosa Castellano (da Itália)

 

 

Leia também as outras edições

.

Sobre Flávia

flávia-new siteFlávia Vasconcellos já viu reis e rainhas, é jornalista, editora-chefe e colunista do site Falando de Moda.
Saiba mais...

Parceiros

banneratalhocultura120