.

Edição 33

Um pé aqui, outro lá – Começamos esta edição em cima do salto. No meio do caminho, trocaremos o salto por um sapatinho baixo, pois vamos parar no Saara (zona de comércio popular do Rio). Lá, conheceremos os consumidores do novo luxo. Pessoas que compram em lojas de grife, mas não abrem mão de uma pechincha. Segundo a consultoria BCG Group, os consumidores do novo luxo gastam em todo o mundo cerca de 2,5 trilhões de reais por ano. Ainda de acordo com a consultoria, são chamados de consumidores do novo luxo por comprarem mais pela satisfação pessoal do que para a afirmação do status. Todavia, como não são milionários, gostam de pechinchar. Gastam quase 100 mil reais em um automóvel BMW, mas na hora de comprar camisetas, por exemplo, poupam nas liquidações. Entre as grifes preferidas dos consumidores do novo luxo, estão Coach (roupas e acessórios), Starbucks (café) e Lowe´s (artigos para casa).

Au, au, socorro, mamãe! – Já falamos em outras edições de totós muito, muito chiques, cachorros que tiram férias, freqüentam SPAs, enfim, levam uma vida de bacana. De cachorros chiques já falamos, mas de cachorros que fazem cruzeiros marítimos é a primeira vez. Cão que se preza acompanha o dono no cruzeiro de férias, e, caso faça uma traquinagem tentando se lançar ao mar, estará totalmente protegido com este colete salva-vidas para cães. Como diz o carioca: “É mole??” A resposta: Não é mole, não, pois os coletes custam entre 38 e 50 euros. Maiores informações: www. marineshop.biz

Amor, comprei um Problema para você!! – Pode estar certa de que seu marido não está maluco se anunciar aos quatro ventos que comprou um problemão para você. “Trouble”, que quer dizer problema em Inglês, é o nome do novo perfume da Boucheron.
Amor, comprei a Solução para você! – E a solução se chama Regiane Alves. Quer mudar o olhar? Procure Regiane. A designer de sobrancelhas modela os fios finalizando o trabalho com henna. Em poucas horas, um rosto novo. Informações: (21) 2286- 1103
Este é o lugar – Perfumadas, sobrancelhas desenhadas, agora vamos nos esbaldar. Faremos uma viagem a Londres, onde fica o bar “The Boudoir”, sensação do momento na capital inglesa. Com esta cama à vista, será difícil mantermos nossa pose de bacana, mais fácil será tomarmos um drink  e nos refestelarmos no final do noite. O endereço do “The Boudoir” é: 47, Chiswell Street. Metrô: Barbican/ Moorgate
Medo do desconhecido – Esses dias uma das manicures do salão relatava o convite que recebeu de uma cliente para trabalhar em Nova York. Por não falar Inglês e desconhecer a cultura americana, a manicure sentiu medo da empreitada. Quantos viajantes que já estão com a passagem comprada para este mês de julho não estarão sentindo o mesmo que a manicure?... Para acabar com o medo do desconhecido, uma boa dica pode estar na literatura de viagem. A coluna indica dois livros para os viajantes: “Manual do Turista Brasileiro”, Lúcio Martins Rodrigues e Bebel Enge, Editora Aleph e “Guia de Boas Maneiras para Viajantes”, Bárbara Ronchi Della Rocca, Itália Nova Editora.
Léxico – Acabo de fazer um curso de Marketing Pessoal (sim, colunista também estuda!!). Observei durante as aulas que os colegas aproveitaram a ocasião para fazer seu próprio Marketing Pessoal. Aí, começa nossa seção Léxico. Notei o uso demasiado das expressões a seguir durante as apresentações: “Olha só...”, “Veja bem”, “Tá me entendendo?” Acredito piamente que, quando nos dirigimos às pessoas, elas estão vendo bem, por conseguinte estão nos ouvindo bem e ainda nos entendendo bem. Portanto, se queremos ter aquela pose e comportamento de Senhora do Destino como Carmen Mayrink Veiga, socialite comentada aqui na coluna em outras edições, devemos evitar o uso destas expressões imperativas.
Paixão fulminante – Freqüentando as aulas de Marketing Pessoal, acabei me apaixonando. Ai meu Deus!! Namorado novo à vista, Vasconcellos? Que nada, apaixonei-me pelo Centro do Rio. Como as aulas eram em pleno Centro, acabei me concedendo alguns passeios por ruas nunca antes percorridas. Se você está com pouco ou muito dinheiro nestas férias, não importa, não deixe de passar um dia no Centro do Rio. Nem é necessário roteiro certo, chegue cedo com roupa confortável e passe o dia. Os franceses e italianos, fiéis leitores da coluna, que me perdoem...Roma e Paris podem ser belas e cheias de atrações, no entanto, durante esses passeios pelo Centro descobri que não preciso sair do Brasil para ser feliz: um passeio pelo Centro do Rio significa uma volta ao mundo, tamanha a riqueza de atrações, pessoas, lugares, comidas, becos, avenidas, igrejas, ufa, a lista é longa e, por que não dizer, interminável.

A bela adormecida – Sabe aquele seu parente que adora dormir pelos quatro cantos da casa? Não importa se a TV, o rádio, o DVD, tudo está ligado ao mesmo tempo. Ele/Ela não quer nem saber, basta sentar numa poltrona e o sono vem. Quer saber porque seu parente dorme pelos cantos a qualquer hora do dia ou da noite? Então, vá a Paris. Uma exposição sobre o sono está em cartaz no Palais de la Découverte. A mostra pode ser visitada até o dia 14 de agosto. O Palais de la Découverte fica na Avenue Franklin Roosevelt (8ème arrondissement). Metrô: Champs-Elysées-Clemenceau (linhas 1 e 13) ou Franklin Roosevelt (linhas 1 e 9).

Subindo nas tamancas – Por fim, vamos passar em uma loja Dr. Scholl de Paris e comprar este tamanquinho fashion. Desde criança, alimento o desejo de ter um tamanco Dr. Scholl, agora então que ele se modernizou...

Na próxima edição, as dicas para quem vai à Grécia assistir às Olimpíadas de Atenas. Beijar, não beijar, o tom de voz correto, a etiqueta grega você confere na próxima terça, dia de nosso encontro marcado. Tchau e até lá!

Colaboração:
Maria Contreras e Paula Leite (de Brasília)
Virgil  Christine, Florian Béthuleau e Stephane Serrier (da França)
Rosa Castellano (da Itália)

 

 

Leia também as outras edições

.

Sobre Flávia

flávia-new siteFlávia Vasconcellos já viu reis e rainhas, é jornalista, editora-chefe e colunista do site Falando de Moda.
Saiba mais...

Parceiros

banneratalhocultura120