.

Edição 26

Abaixo a inimiga! – Ela se desnudou na TV e na revista, foi bombardeada pelos olhares femininos que garantiram: “- Ela é como a gente, tem celulite também!”. Os homens, em contrapartida, nem perceberam, pois estavam de olho em outra coisa...A inimiga de quem estamos falando na abertura desta edição não é a toda boa Juliana Paes, e sim, a celulite. Assunto anunciado na última edição, a colunista percebeu o interesse pelo assunto, e-mails ansiosos aguardando a chegada desta edição. Eis, então, a revelação: a cura da celulite está num cosmético sensação arrasa quarteirão chamado CALCINHA. Isto mesmo, a calcinha que vestimos pode ser uma arma contra a celulite, no entanto, não vamos nos iludir, pois não é qualquer calcinha que está com esse poder todo; aqueles modelitos sensuales dos balaios da Rua da Alfândega (zona de comércio popular do Rio) podem combater a monotonia de um relacionamento a dois, já a celulite... A verdadeira calcinha anticelulite é da marca Valisère e tem microcápsulas  que, em contato com a pele, fazem com que o problema seja amenizado. A calcinha poderosa ajuda a combater a inimiga número 1 das mulheres, mas o próprio fabricante adverte que sem ginástica e boa alimentação nada feito.  O produto resiste de 20 a 40 lavagens e custa entre 35 e 65 reais.
Contra-ataque masculino – Para elas, a indústria lançou a calcinha anticelulite. Eles, não ficam atrás. Foi-se o tempo daquelas cuecas masculinas horrorosas que faziam as mais vanguardistas passarem longe do altar. Havia quem pronunciasse com orgulho a frase: “- Ihh, Deus me livre casar e aturar cueca de homem em casa.” Pois agora dá para aturar, pois as cuecas, assim como as calcinhas, são uma sensação arrasa quarteirão. A super hiper tradicional marca Zorba modernizou suas coleções. O resultado você confere abaixo:
 

Uma Rainha vestida de Versace – Ela se separou de Ken e ficou ainda mais chique, estamos falando da boneca Barbie. Em sua nova versão pós-separação, Barbie aparece vestida com a grife italiana Versace. Uhlala!


Uma Rainha vestida de Chanel – Em seu mais novo show, ela protesta contra a guerra, faz provocações como sempre no palco e aparece chiquérrima vestida de Chanel. Esta foi a grife escolhida por Madonna para o figurino da nova turnê chamada de “Re-invention Tour”. Apesar da escolha da grife lendária francesa para compor os figurinos, Madonna foi bombardeada pela crítica já no início da turnê. Nem Madame Chanel salvou a diva pop. O jornal Los Angeles Times mandou um recado à Madonna: “Volte a falar de sexo”, recomendaram os críticos do jornal.
Uma apresentadora de TV faz um trabalho de Rainha – Aproveito a realização do evento do ano na Espanha, o casamento do Príncipe de Astúrias, Don Felipe de Borbón, com Doña Letizia Ortiz, para parabenizar a rede de televisão espanhola TVE. Doña Letizia, que era jornalista antes de se casar, integrou os quadros de profissionais da emissora. Sua colega, que ancorou a boda durante horas a fio, fez bonito. A apresentadora, muitas vezes, dizia: “- Vou falar pouco para deixar o público apreciar as imagens”. Uma aula de jornalismo, e reconheço com humildade, que muito aprendi com a transmissão da TVE. Parabéns à emissora espanhola!

Uma aula de etiqueta com o Príncipe de Astúrias – Uma imagem da boda real espanhola chamou minha atenção: a imagem do Príncipe Don Felipe na igreja aguardando a noiva Doña Letizia. Como chovia muito, houve um certo atraso na entrada da noiva, e lá estava Don Felipe, em posição de “és belo, és forte, impávido colosso”, traduzindo...Notava-se a ansiedade do Príncipe pela chegada da noiva, mas lá estava Don Felipe, na maior pose aguardando a entrada de Doña Letizia. Com isso, aprendi uma coisa: até os reis e príncipes esperam por suas mulheres. No Dia dos Namorados, se você, leitor, está sem dinheiro para comprar um presente para sua amada, aqui vai uma dica: dê a ela uma boa pose de espera. Aguarde sua namorada de bom humor por quanto tempo for preciso e com aquela pose de bacana de quem está com a vida ganha. Talvez este seja o melhor presente que você possa dar à sua namorada. Em contrapartida, uma pose como esta aí abaixo pode acabar com qualquer relacionamento!!


Arroz, feijão e... flores – Não estranhe se o seu amor passou a tomar gosto pelas idas ao supermercado e mais ainda se ele disser que vai comprar seu presente de Dia dos Namorados no supermercado. Adianto o que será seu presente, se ele disser que vai comprá-lo no supermercado... pode estar certa de que se trata de um belo arranjo de flores. Mas no supermercado, Vasconcellos??? É, no supermercado, sim, Cara Leitora. Os supermercados respondem hoje por 23 por cento das vendas de buquês e vasos de flores. “Os preços dos supermercados são competitivos, o consumidor vê o produto exposto e se interessa”, diz o presidente da Câmara Setorial de Flores e Plantas Ornamentais de São Paulo, Renato Optiz.
Literatura chinesa – A coluna FALANDO DE MODA também é cultura. No mundo inteiro, só se fala na China e como andará a produção literária naquele país? Bem, obrigada. Nas prateleiras das livrarias brasileiras, pode-se encontrar “O Complexo de Di”, de Dai Sijie, Editora Objetiva. Dai Sijie, chinês radicado atualmente na França, escreveu ainda “Balzac e a costureirinha chinesa”. “O Complexo de Di” foi vencedor do prêmio literário francês Femina em 2003.
Léxico – O carioca tem o hábito de usar o verbo botar e incluí-lo nas tarefas do dia-a-dia. Vamos às situações nas quais o verbo é amplamente utilizado: 1) Uma pessoa comenta que vai enviar um e-mail para alguém e diz: “- Vou botar um e-mail para ele”. 2) Alguém comenta que está procurando trabalho, o interlocutor responde: “- Já botou o currículo em tal lugar?” Ainda não ouvi ninguém dizendo que iria botar ovos, aí já seria demais, todavia em outras situações corriqueiras parece que o verbo cai como uma luva. E você, leitor, já botou alguma coisa hoje? Eu já fiz a minha parte, já botei esta edição no ar! Missão cumprida...
Léxico 2 / O que a leitora disse – Botando em evidência a expressão “virando lavadeira” na última edição, a amiga da coluna, jornalista Bel Molina, autora da expressão acima, avisa de São Paulo, que não vira mais lavadeira, apenas roda a baiana, quando necessário, mas sempre do alto de sua plataforma.
Aos cinéfilos de plantão – O Festival de Cinema de Cannes já terminou, “Diários de Motocicleta” acabou não faturando a Palma de Ouro, entretanto Cannes/2004 eternizou o valor de uma boa atriz. Trata-se de Uma Thurman, estrela do filme "Kill Bill". A musa do diretor Quentin Tarantino marcou presença no Festival e era só sorrisos. Na opinião da colunista, a atriz foi a musa de Cannes/2004.
Fotos: Reuters

Na próxima edição, você verá que a série Sex and the City continua rendendo frutos. A protagonista Sarah Jessica Parker vira garota-propaganda de uma grife hiper conhecida no mundo inteiro. E ainda...a maquiagem capaz de seduzir qualquer homem no Dia dos Namorados. Um Olhar 43 avassalador! Na próxima terça, dia de nosso encontro marcado. Tchau e até lá!

Colaboração:
Maria Contreras e Paula Leite (de Brasília)
Florian Béthuleau e Stephane Serrier (da França)
Rosa Castellano (da Itália)
Ana Nakamura (do Japão)

 

 

Leia também as outras edições

.

Sobre Flávia

flávia-new siteFlávia Vasconcellos já viu reis e rainhas, é jornalista, editora-chefe e colunista do site Falando de Moda.
Saiba mais...

Parceiros

banneratalhocultura120